Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

How Everything Changed?

How Everything Changed?

01
Out16

Está sou eu!!!

Uma paisagem preta e branca, passos lentos e precisos por essa terra. Tranquila e admirável. A sua beleza predomina, mesmo com cores brancas e pretas todo mantém uma harmonia. Esse oxigénio que predomina nessa terra, inala-se pelas narinas e traz a harmonia a pessoa que lá caminha. Todo lá é equilibrado, todo é constante. É calmo, tranquilizador, apenas lá habitam pensamentos, que estão disfarçados por elementos de uma paisagem simples e normal... Apenas está todo disfarçado naquela paisagem... Mas o que realmente aquela paisagem significa? Nunca a ninguém descobriu, nunca descobriram como desvendar o poder daquela harmónica paisagem. Ondas sonoras lá percorrem, uma música constante. Passos e mais passos são dados por aquela terra, terra essa com tantos segredos... Essa terra mantém-se constante durante todo esse tempo. Aquela terra constante representa algo ou alguém... Ninguém descobre nada sobre aquela terra tão misteriosa, raízes de árvores nada comuns. Por razões. Razões essas desvendadas ou não. Aquela paisagem é a interpretação de alguém, alguém algo que interpreta a representação dessa paisagem. Por mais que a pisem, que desgastem as raízes daquela árvore, ela não vai se libertar assim da misteriosa interpretação que faz de alguém. Ás vezes apenas algumas pessoas a pisam não sabendo a interpretando... Não a conhecendo, mesmo achando que é uma banal paisagem... Mas porque será uma banal paisagem? Por que essa paisagem não tem nada de interessante para ensinar, por que essa paisagem é só banal, não acrescentando nada a ninguém? Nada é igual nem simples, nem exato... Quando essa paisagem está só, sem ninguém a percorre-lá ela transforma-se no que realmente é. Tantas coisas predominam, tantos pensamentos, tantos sentimentos... É todo tão difícil, enquanto essa paisagem pensa sobre todo, desaba dentro de si, ou simplesmente deita para forma a magia e o furacão que esconde enquanto está com alguém. EXPLODE, a música torna-se tão diferente, não é nada igual. Tantos pensamentos, tantas confusões naquele espaço lotado. tantos sentimentos tão diferentes. Quebras de ideias, essa paisagem é tão diferente do que ela realmente se mostra ser. Mas ninguém o percebe, nem imagina que possa ser. Todos pensam que aquela imagem constante do que representa é permanente, mas não o é. Ela transforma-se em algo tão diferente e realista que é a vida de alguém...

Essa paisagem escrita, que todos acham constante e similar, não é. É a minha vida, não deixo que está magia deixe que outras pessoas entrem sem ser comigo. Não sei como mostrar a real paisagem que esconde a alguém sem ser a mim própria. Essa paisagem é tão real na minha realidade, mesmo que não exista materialmente. Ela é o que eu sou, todo lá está. Está todo lá mesmo escondido, como tenho todo para mostrar mas também está igualmente sigiloso. Não sei como o mostrar, nem as pessoas sabem me ajudarem a desvenda-lo. Não sei dizer verdadeiramente o que aquela paisagem caracteriza. Mas sei que sou eu lá, não sei relacionar todo como devia ser, não sei ainda bem quem sou... Não sei comparar tudo o que me acontece, sou ingénua... Mas não o sei tirar da minha personalidade, mesmo que ás vezes me o faça mal...

Resultado de imagem para paisagem preta e branca de uma floresta tumblr

Beijinhos da Only one Girl

25 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D