Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

How Everything Changed?

How Everything Changed?

27
Set17

Que nos reencontraremos novamente #2

E amo-te e sempre amarei...

Quando voltaste, quando os teus olhos sorriam viotoriosos, eu não me consegui conter, disseste a verdade. Estamos juntos novamente, eu só me consegui lançar para os teus braços. Só queria lançar-me para os teus braços, para ti. Sentir-te para nunca mais perder-te, hoje tinha sido eu que esperava horozontes e oceanos por mim, ontem tinhas sido tu. Não seria coincidência a mais, o universo não queria nós juntos? Eu queria tanto, mas e tu?

Queria sussurrar-te ao ouvido tudo o que sentia, mas não o podia fazer, tinhámos de por mãos a o trabalho e vencer a nova guerra com a tua luz. Uma guerra contra a natureza a batalhar com a nossa, a nossa sobrevivencia. Nada nós garantia que íriamos sobreviver os dois ou mesmo que nós iriamos ficar juntos, mas o meu coração pertencia-te, por quantos amores que tive o teu sempre esteve lá. Mesmo quando beijei rapazes ou raparigas, sonhava contigo quando a noite se alistava a mim e o sono se apoderava. Funcionavamos pela guerra, conhecemo-nos nela e quem sabe iríamos perder a nossa vida a lutar...

Quando chamavas-me princesa, com um gozo subtil na voz, eu acreditava que era de coração, porque o teu sorriso sempre lá esteve e o coração nos teus olhos que transpareciam. Era tão bom amar-te, fitar contigo as estrelas, tocar-te. Na guerra tudo valia, mas parece que o que menos valia era o amor verdadeiro pronunciado, esconderia o meu amor por ti por cada sorriso, lágrima que secavas, momento...

Amarei-te sempre, pela guerra, pelas estrelas, pelo céu, por ti, és incrível!

Resultado de imagem para bellamy e clarke tumblr

Beijinhos da Only one Girl

19
Set17

Que nos reencontraremos novamente #1

Terror, escuridão, guerra sobrevoava por nós. Todo a nossa volta era um terror profundo que tínhamos de aguentar sem mais nada a dizer. Nenhuma palavra pronunciávamos sobre a guerra, mas todos sabíamos que mesmo que ela não existisse no ambiente existia dentro de nós, de mim, de ti... Tu não sabias era que eu via a luz para acabar com a guerra em ti, na tua capacidade de liderar, na tua bondade, na tua convicção. Tu eras um líder, do nosso povo, da terra do meu coração.

 Tu partiste, nada nós dizia que poderíamos voltar a ser ao que eras, que a frase, "que nos reencontraremos novamente", iria permanecer verdadeira, que irias beijar a minha face quando voltasses. Tu eras um guerreiro, eu era uma comandante, chamavam-nos aos dois líderes, mas tu qualificavas-te apenas como guerreiro. Eras-o, mas esqueceste-te que eras e és muito mais que isto. Tu tens uma personalidade, um coração, uma bondade! Nunca te esqueças disto, porque é a mais verdadeira das verdades que a minha boca pronunciou.

Tu beijavas-me por meio da noite todas as noites com um abraço, por meio de um beijo carregado de luz que me fazia a ver, que me fazia lutar. Mesmo quando te deixei foi para o nosso melhor, sei que ficaste a olhar por entre os horizontes e oceanos. Mas tu sabias que eu estava sempre contigo, que iria estar sempre pelos teus braços a abraçar-te.

Mesmo que tivesse mil amores, tu permaneceste do início ao fim, salvaste-me tantas vezes que só queria te beijar, mas eu tinha mais amores e tu a tua guerra interior contigo próprio que não era capaz de fazer-te esquecer. Éramos os dois a combater a guerra, sozinhos, mas muitos... E eu amei-te... 

Resultado de imagem para bellamy e clarke tumblr

Beijinhos da Only one Girl

 

07
Ago17

Sobre as nuvens e as estrelas

O céu envolvia-te, sobre as nuvens e as estrelas, cantavas e sonhavas e eu amava-te, como sempre o fiz. O sol sobrevoava-te e sorrias quando a lua se aponderava sobre ti, choravas e as estrelas apareciam e a tua força voltava, tu sabias que eras forte, porque a tua imensidão de luz iria ofuscar as nuvens que te apoiam, iria haver uma harmonia de cores no céu estrelado, que começava por ti, a natureza estava a fluir com o teu sangue. Tu davas lhe alimento e ela puxava-te a vida, vivias e sobrevoavas pelas nuvens, e quando o céu estava sem nuvens tu descias a terra, deixavas-me tocar, deixas-me ser teu, eu amava-te e esperava sermpre por cada dia sem nuvens. 

Sabia que mesmo assim sem as nuvens ou com elas, tu pertencias a natureza e não a mim, ela precisava da tua garra da tua vida eu compreendia, afinal apaixonei-me pela deusa, pela minha deusa, pela deusa da terra e do mar. Sonho contigo e fito o céu estrelado, a espera que a harmonia acontença, depois do céu estar tudo escuro só com a imensidão da cor da luz. Que te assombra, que choras, choras o que perdeste, quem perdeste. Choras o teu passado, o teu presente e o teu futuro, porque o amor está contido em ti, e eu não queria mais nada. Mas tu não me podes ver e tocar quando queres. Já tu...

Tu estás sempre lá, quando eu preciso, quando eu preciso que as nuvens abanonem os céus, o sol apenas ganha e tu tocas-me e tudo em mim fica bem, porque tu és o meu anjo da guarda, és a pessoa que eu mais amo, não percebo como amei-te tanto, amo e amarei, porque sei que estes três modas verbais vão prevalecer na minha vida, porque um amor, uma paixão pura, pertence a almas gémeas, eu pertenço a tua alma, como tu pertences a natureza, admiro-te tanto a tua força o teu amor, a tua garra.

A tua coragem...

Image by Veronica ❥

Beijinhos da Only one Girl

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D