Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

How Everything Changed?

How Everything Changed?

27
Set17

Que nos reencontraremos novamente #2

E amo-te e sempre amarei...

Quando voltaste, quando os teus olhos sorriam viotoriosos, eu não me consegui conter, disseste a verdade. Estamos juntos novamente, eu só me consegui lançar para os teus braços. Só queria lançar-me para os teus braços, para ti. Sentir-te para nunca mais perder-te, hoje tinha sido eu que esperava horozontes e oceanos por mim, ontem tinhas sido tu. Não seria coincidência a mais, o universo não queria nós juntos? Eu queria tanto, mas e tu?

Queria sussurrar-te ao ouvido tudo o que sentia, mas não o podia fazer, tinhámos de por mãos a o trabalho e vencer a nova guerra com a tua luz. Uma guerra contra a natureza a batalhar com a nossa, a nossa sobrevivencia. Nada nós garantia que íriamos sobreviver os dois ou mesmo que nós iriamos ficar juntos, mas o meu coração pertencia-te, por quantos amores que tive o teu sempre esteve lá. Mesmo quando beijei rapazes ou raparigas, sonhava contigo quando a noite se alistava a mim e o sono se apoderava. Funcionavamos pela guerra, conhecemo-nos nela e quem sabe iríamos perder a nossa vida a lutar...

Quando chamavas-me princesa, com um gozo subtil na voz, eu acreditava que era de coração, porque o teu sorriso sempre lá esteve e o coração nos teus olhos que transpareciam. Era tão bom amar-te, fitar contigo as estrelas, tocar-te. Na guerra tudo valia, mas parece que o que menos valia era o amor verdadeiro pronunciado, esconderia o meu amor por ti por cada sorriso, lágrima que secavas, momento...

Amarei-te sempre, pela guerra, pelas estrelas, pelo céu, por ti, és incrível!

Resultado de imagem para bellamy e clarke tumblr

Beijinhos da Only one Girl

07
Ago17

Sobre as nuvens e as estrelas

O céu envolvia-te, sobre as nuvens e as estrelas, cantavas e sonhavas e eu amava-te, como sempre o fiz. O sol sobrevoava-te e sorrias quando a lua se aponderava sobre ti, choravas e as estrelas apareciam e a tua força voltava, tu sabias que eras forte, porque a tua imensidão de luz iria ofuscar as nuvens que te apoiam, iria haver uma harmonia de cores no céu estrelado, que começava por ti, a natureza estava a fluir com o teu sangue. Tu davas lhe alimento e ela puxava-te a vida, vivias e sobrevoavas pelas nuvens, e quando o céu estava sem nuvens tu descias a terra, deixavas-me tocar, deixas-me ser teu, eu amava-te e esperava sermpre por cada dia sem nuvens. 

Sabia que mesmo assim sem as nuvens ou com elas, tu pertencias a natureza e não a mim, ela precisava da tua garra da tua vida eu compreendia, afinal apaixonei-me pela deusa, pela minha deusa, pela deusa da terra e do mar. Sonho contigo e fito o céu estrelado, a espera que a harmonia acontença, depois do céu estar tudo escuro só com a imensidão da cor da luz. Que te assombra, que choras, choras o que perdeste, quem perdeste. Choras o teu passado, o teu presente e o teu futuro, porque o amor está contido em ti, e eu não queria mais nada. Mas tu não me podes ver e tocar quando queres. Já tu...

Tu estás sempre lá, quando eu preciso, quando eu preciso que as nuvens abanonem os céus, o sol apenas ganha e tu tocas-me e tudo em mim fica bem, porque tu és o meu anjo da guarda, és a pessoa que eu mais amo, não percebo como amei-te tanto, amo e amarei, porque sei que estes três modas verbais vão prevalecer na minha vida, porque um amor, uma paixão pura, pertence a almas gémeas, eu pertenço a tua alma, como tu pertences a natureza, admiro-te tanto a tua força o teu amor, a tua garra.

A tua coragem...

Image by Veronica ❥

Beijinhos da Only one Girl

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D