Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

How Everything Changed?

How Everything Changed?

04
Ago17

Amor Proibido #2

*Não se esqueçam que há um Q&A no blog, quem quiser participar vá a este post, muito obrigado :)* 

Mais um “Amo-te” pronunciado, mais um beijo e um abraço e a despedida assombrou-as duas, a noite já se encontrava sobre elas, já era tarde, para as duas, Rita simplesmente encontrou-o no fundo da rua e deu-lhe a mão, era isto que ela sabia que sempre iria acontecer, ela estava habituada, mas só poder abraça-la, ela poder ser dela por um tempo, dava lhe tudo, as rotinas continuavam, tudo continuava, as duas já eram mais que adultas, já tinham emprego as duas, sempre mantiveram a sua relação e todos od dias juravam que iria ser sempre, assim…

 Ela simplesmente sabia que era mais difícil, ter um amor, “preso”, numa pessoa que não tem um sentimento mutuo, mas acontece, se fosse para a vida toda, teria de ser, mas sabia que nunca iria a deixar, aquele sorriso, aquele olhar, por quanto mais lhe magoasse o seu destino era aquele, ela descobriu-o rapidamente, sem ninguém o dizer. O destino dela era ama-la mais que a sua vida, e simplesmente ser a melhor amiga dela. Ninguém tinha a culpa, o mundo as vezes funciona assim e ela sabia-o.

 Mas era tão bom quando ela a abraçava, quando riam as duas, quando simplesmente trocavam olhares, ninguém sabia da orientação dela, e nem ela própria sabia, ela só tinha amado assim uma pessoa, e aquele amor pertencia a uma pessoa, cujo o nome era Rita e com a ironia do destino, eram melhores amigas.

 Parece que simplesmente naquele olhar, naquele abraço de despedida, uma harmonia se criou e ela não conseguia parar o destino os seus sentimentos e ações, quando deu conta estava a beija-la, ela a principio não retribui-o, mas depois a harmonia criou-se, agarrou-a pela cintura, e poderia dizer que podia morrer, que estava tudo bem, já estava tudo bem, aquela harmonia, ela sabia que queria a sempre, mas naquele momento só a queria beijar mais um pouco e acarinha-la, o cabelo as costas. Ela retribuía a cada toque, e o que achava ser assim tão impossível virou possível.

 Foram de mãos dadas, e foram simplesmente ser felizes as duas, elas mereciam, nunca ninguém as tinha amado assim as duas, do que como uma e a outra amava-a cada uma delas, elas sabiam que se calhar os destinos que achavam ser os certos não o eram e não podiam estar mais felizes.

transferir (5).jpg

 Beijinhos da Only one Girl

02
Ago17

Amor Proibido #1

*Não se esqueçam que há um Q&A no blog, quem quiser participar vá a este post, muito obrigado :)* 

“Eu prometo-te irei sempre estar ao teu lado a abraçar-te”, ela acreditou nestas palavras tão fortemente que acabou por se magoar, como tudo na sua vida. Mesmo que a dona destas palavras, Rita, tenha-lhe prometido, ela caiu nas teias do amor proibido, já simplesmente não podia fazer nada. Apenas pronunciar, “Amo-te”, em segredo que a cada palavra pronunciada amava a completamente sobre tudo, nela, apaixonou-se por ela. Por cada olhar, abraço, o brilho dos seus olhos, todo nela era perfeito.

 Ela admirava-o tanto, falava dele com um carinho um amor que nunca falou de mais  ninguém, sabia que não podia sentir ciúmes, que tinha de ser a sua melhor amiga apenas e lhe dar os seus conselhos, mas quando percebeu que o brilho nos olhos dela, intensificava-se quando estava abraçada a ele, quando ele lhe beijava, como ela falava dele… Ela afastou-se, mesmo sem ela sabendo porque o que teria feito, mas ela já não aguentava mais, ele amava-a mais do que a ela própria, e não podia, por mais rapazes, nenhum substituía o brilho dos olhos dela, os seus sorrisos, os seus abraços… Os braços dela envolviam-lhe sempre que ela quisesses, que ela precisava, era uma verdade, ela mandava mensagens e mensagens, que simplesmente só podia ignorar…

 Ela estava feliz, e ela sabia que era a pessoa que menos podia lhe fazer sofrer, que tinha de lhe deixar ser feliz, mesmo que tivesse abdicar da sua própria felicidade…

 Ela sabia que só podia ser feliz, ope dela, com os lábios dela nos dela, mas sabia que isto era impossível, quando se reencontraram, os seus braços envolveram-na, nada mudara, a beleza dela continuava lá, ela não podia fazer mais nada do que abraçar-lhe pela cintura e ouvi-la, nada tinha mudado, ela continua ali para ela, mela também continuava…

 Mas há coisas, sentimentos, que as melhores amigas, tem de esconder, eu queria tê-la, mas preferia não a perder e ter com esta condição, podia expressar o seu amor, em cada olhar, em cada sentimento, estaria tudo bem por que ela simplesmente estava com um sorriso no rosto, aquele que ela sempre recordara.

tumblr_nm9tth3IJH1us40vto1_500.jpg

 Beijinhos da Only one Girl

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D