Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

How Everything Changed?

How Everything Changed?

07
Mar17

Open... With the Sister

Hey everyone!

Hoje trago-vós mais uma vez a nossa rubrica mensal, Open...

Trago-vós a minha irmã.

É um texto diferente, mas vamos lá:

Veganismo, Vegetarianismo pode para muitas pessoas ser um capricho de outras mas não é!!!

Não sou vegetariana nem vegan por diversos motivos mas quando poder vou ser. Poderia fazer um texto gigante sobre as doenças e mortes que existem por causa das pessoas comerem carne. Mas não vou. Vou falar sobre o porque de se ser vegetariana e vegana.

O leite de vaca foi feito para servir de alimento aos vitelos não para servir de alimento a nós humanos. O leite que precisamos de beber é nos dado no nascimento. Para quem não consegue sobreviver sem leite existe alternativas vegetais. E além disto existe uma percentagem muito grande de pessoas que não podem beber leite de vaca porque será?? Porque o ser humano não foi feito para beber leite.

A carne pode nos servir de alimento mas ao nosso sistema  imunitário só trás desequilibro . A carne causa mau humor, nervos, raiva,…. Por que será que as pessoas com um estilo de vida saudável são tão calmas e tão simpáticas? Porque não comem carne!

Tudo bem que ser vegan e vegetariano sai caro mas as doenças que podemos ter graças a comer certos alimentos pode nos sair muito mais caro.

As pessoas que não comem nada de origem animal não tem manias elas fazem o que realmente acreditam e não tem medo em ser olhadas de forma diferente só porque não comem o mesmo que as outras. Elas fazem o que muitas outras pessoas não tem coragem. Por isso e por muitas outras coisas elas não são caprichosas mas sim fazem o que acreditam.

 Não digo para mudarem radicalmente a vossa aliment

alimentação, porque isto também pode trazer problemas ao nosso corpo apenas digo que se começarmos todos nós a diminuirmos na carne  e aumentarmos os vegetais já é um começo e os animais agradecem. E além disso as pessoas que estão a começar a viver este estilo de vida saudável não se afastem dos vossos amigos por causa do vosso estilo de vida tentem sempre que vós convidarem para alguma saída optarem por pratos de peixe.

Deixo um link de um canal realmente cativante e verdadeiro sobre o veganismo:

https://www.youtube.com/user/madebychoices

 

Está rapariga traz-nos muitas receitas e ideias de começarmos a ser melhor por dentro e fora.

Espero que este texto tenha servido para alguma coisa beijinhos e pensem neste assunto……

 

P.S: Vegetariano: não consome qualquer tipo de carne.

        Vegano: não consome nada de origem animal nem nada testado em animais.

Espero que tenham gostado, já que é um pouco diferente.

Beijinhos da Only one Girl

 

07
Fev17

Open... With the Suicide Girl ( Online Girl)

Hey everyone!

Hoje trago-vós mais uma vez a nossa rubrica mensal, Open...

Hoje trago-vós a Suicide Girl, que muitos devem conhecer mais por Online Girl a autora do blog I Am Not The Only One. Ela é uma rapariga fantástica e que escreve maravilhosamente bem...

Ela própria construi este texto lindíssimo, inspirado em duas músicas uma das minhas favoritas e uma da delas. Não sei se a ideia está muito boa, mas o texto está!

Eu estou presa, presa em todas as memórias que tivemos um dia juntos, simplesmente tento-me segurar no topo desta melodia finalizada. Memórias de tudo o que um dia foi nosso, de todos os nossos melhore momentos. As tuas mãos, o teu corpo, o teu calor que era tão quente quanto a linha do Equador, todo isto se foi. Desapareceu sem deixar rasto. Num instante, gotas de chuva se formam perto dos meus olhos, enquanto eu tento relembrar todos os nossos momentos. Mesmo que eu só respire, eu vejo-te, vejo a tua silhueta encarando-me com o brilho que costumavas ter nos teus olhos. Parece que até o amor verdadeiro que floresce como uma cerejeira facilmente cede ao vento, deixando todas as suas folhas, que contam história intermináveis, voar para o mais longe possível da vista de todos. Tudo isto foi como um sonho, um sonho onde eu era o sonhador mais intenso, aquele que absorvida cada movimento, cada palavras como se fosse a última coisa que eu ia ver ou ouvir.

Como dois fogos artíficio, nós queimamos, iluminando toas aquelas noites de luar ao som de uma simples melodia, nós queimamos deixando as cinzas espalhadas no chão, estás que são as únicas que permaneceram no final da nossa história de amor. Eu que está é a conclusão do grande livro que durante muito tempo narrou a história da nossa existência, contando todos os detalhes do nosso dia, mas é uma conclusão totalmente feita por ti, sem qualquer consentimento da minha parte, sem eu pelo menos ter revisado o texto que escolheste para terminar este longo e extenso livro de romance.

Desde então eu estou parada constantemente neste ponto da melodia que tentei escrever para ti, estou aqui pressionando o botão " repetir" milhares de vezes buscando imaginação para continuar está história com outra variável, tentando ocupar esta folha musical escrita.

Lembraste de todas aquelas noites de luar, contemplando o sorriso idiota que permanecia na cara de cada um?

Lembraste de todas aquelas promessas que me fizeste acompanhadas pelas mais lindas confissões que podia ouvir?

Parece que a promessa que fizemos juntos, desapareceu em algum lugar na tua mente, parece que não passaram de simples palavras ditas da boca para fora, sem ao menos terem um raciocínio lógico.

Tu tiraste as estrelas da minha noite, o sol do meu dia, o sorriso do meu rosto, deixando-me totalmente desamparada sem saber o que fazer. No final, só existem nuvens negras a pairar sobre a minha cabeça, deixando assim reinar uma tristeza obscura nos meus dias.

Eu olho para trás, hipnotizada por ti, como ainda podes estar na minha mente.

Eu sou uma simples idiota, tola, na esperança de uma chance, apeguei-me a um amor que já terminou. Revivendo todos aqueles momentos, mas, às vezes, é como se eu não conseguisse digerir o porquê de tudo isto ter acontecido. Como eu não consigo digerir, as minhas entranhas parece que vão explodir e fazer-me vomitar.

Na minha imaginação, nós discutimos, nos recompomos e tudo fica bem de novo. Os teus gestos com as mãos, os teus olhares tornam-se fracos, mas porque não desaparecem? Porquê? Diz-me agora que tudo acabou... Diz-me na cara o que se passou...

Deixa-me saber de todos os avanços desta história. Embora eu saiba que está tudo acabado, eu eu e tu já não somos um nós, e que os teus sentimentos por mim desapareceram, eu só quero saber... Apenas diz-me alguma coisa.

Os meus sentimentos estão tentando se segurar na marca deste período, por favor se tudo acabou para ti, deixa-me ao menos saber.

As respetivas músicas são Sopro ( minha) e Let me Know ( dela).

Espero que tenham gostado :)

Beijinhos da Only one Girl

07
Jan17

Open... With the Raquel

Hey everyone!

Bem estava a dizer-vós que iria trazer uma surpresa para o blog e é esta. Uma rubrica que irá se chamar " Open...", que tem o conceito de abrir o meu blog a um autor de um blog outro ou não :D Vou fazer várias coisas nesta rubrica, já que está rubrica pode ser muito abragente.

Para a iniciar convidei a Raquel, do blog Gastando Tempo para fazermos uma entrevista, irá abordar diversos temos, como um cantor, ela mesma, blog's e gostos... Aqui vai:

  • C: Pelos teus blog’s e principalmente no atual, percebemos que adoras o Shawn. Mas o que mais te inspira nele como atrista, a razão por tanto gostares dele?

R: O Shawn é uma pessoa espetacular. Nota- se que tem um carinho imenso por todas as suas fãs e preocupa- se com elas. Identifico-me imenso com algumas das letras de músicas dele, e ele canta mesmo muito bem.

  • C: Sei que já tiveste vários blogs, como já tiveste que fazer algumas escolhas sobre este tópico. Mas, mesmo assim continuas neste mundo tão grandioso, o que mais te motivar a continuar neste mundo mesmo com todas as partidas do destino?

R: Acho que qualquer blogger já passou por momentos mais atribulados aqui na blogosfera e acho que a minha maior motivação para continuar é pensar que nada se conquista sem esforço e dedicação e claro a ler os blogs das minhas grandes amigas.

  • C: No mundo o que mais gostarias de mudar?

R: Existem imensas coisas que gostaria de mudar no mundo mas neste momento gostava tanto de puder acabar com a guerra, já tirou tantas vidas e é uma autêntica parvoíce!

  • C: Se tivesses alguma vez que fazer uma tatuagem qual seria a tua escolha?

R: Não faço ideia, nunca pensei em tatuar nada, não sou muito ligada a esse tipo de coisas. Mas talvez o símbolo da paz.

  • C: Quais são os teus objetivos para 2017 e o que mais te arrependeste de fazer em 2016?

R: Uma das coisas que me arrependi imenso de fazer em 2016 foi ligar ao que os outros dizem. Não podemos ouvir quem só nos quer destruir, mesmo que custe. Para 2017, gostava de ter mais coragem, deixar de me preocupar com quem me quer ver mal e claro ter bons resultados a nível de escola.

  • C: Por alguns post’s teus, que quem acompanha diariamente vemos uma rapariga que desabafa muito lá, como é a real rapariga no presente mundo? Como te descreves realmente nele?

R: Eu sou uma pessoa muito sincera. Gosto de me expressar e como as palavras por vezes custam a sair, uso a escrita. Penso que me reflito naquilo que escrevo. Penso que se olharem para um texto meu, vão lá encontrar uma marca minha.  Na realidade sou um pouco mais tímida do que propriamente aqui nos blogs, especialmente com pessoas que não conheço muito bem ou mesmo só de vista.

  • C: Como caracterizas a tua essência?

R: Eu tenho uma essência muito própria, penso eu. Tanto posso estar feliz no momento e ao lembrar- me de outra coisa fico logo triste. Não sou bipolar, sou mais imprevisível, e gosto disso.

  • C: Qual é a tua música favorita e o significado dela para ti?

R: Neste momento, é Patience do meu grande adorado Shawn Mendes. A música significa muito para mim, porque a letra descreve o que um dos meus amigos está a passar neste momento e eu tento ajudá-lo com a situação por isso penso que tem um maior significado.

  • C: Qual é o teu livro favorito e o seu respetivo significado?

R: Não consigo escolher só um.. Por isso escolho a “série” A Seleção. Não consigo explicar o quão importante esta “série” é importante para mim. Em todos os personagens encontro lá um pedacinho de mim e isso faz toda a diferença, pois quem é que gosta de um livro quando não se identifica com nenhum dos personagens? E além disto, é uma das coisas que me une com uma das minhas melhores amigas, A Daniela do blog Delivros.

  • C: Qual é o teu filme favorito e a razão de o ser?

R: Não tenho um filme preferido porque sinceramente não sou muito de filmes mas gosto muito de Divergente, mais uma vez porque me identifico imenso com os personagens e porque adorei o drama que lá existe.

 Muito obrigada pela entrevista, adorei, muito obrigada mesmo.

Obrigada eu também Raquel, por teres aceitado este desafio :) 

Espero que tenhas gostado de participar nesta rubrica...

"Open..." irá sair todos os meses dia 7, as 15 horas e vai ser durante este ano ( vai ser tipo um desafio de um ano :D)...

Espero que gostem

Resultado de imagem para imagens de escrita tumblr

Beijinhos da Only one Girl

 

 

 

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D